Por José Antonio L Oliveira

Eu e minha querida esposa viajamos desde nossa lua de mel quando fizemos nossa primeira viagem para Gramado no Rio Grande do Sul, nestes quase trinta anos conhecemos mais de cem localidades espalhadas pelo mundo, algumas mais de uma vez e todas elas foram marcantes de alguma forma.

A pretensão deste blog é o de registrar nossas viagens e compartilhar, com amigos e pessoas interessadas, dicas e situações que possam ajudar em futuras viagens.

Locais interessantes, costumes, restaurantes, hoteis, alugueis de carros, situações engraçadas, situações não tão engraçadas, enfim será um local onde poderemos trocar informações.

Espero que o conteúdo possa, no mínimo, estimular seus desejos de viajar e conhecer o mundo em que todos nós vivemos.


Agradeço antecipadamente toda contribuição.


Abraços


José Antonio L Oliveira

josealoliveira@uol.com.br


Clima pelo Mundo

terça-feira, 1 de março de 2011

Brasil, Natal, Rio Grande do Norte

Quando dizem que em Natal faz sol por mais de 300 dias por ano não é brincadeira não.
O bom desta região é que o vento sempre está presente o que ajuda a diminuir aquela sensação de abafamento, então vá sem medo e com certeza curtirá um bom passeio.
Se você quer conhecer somente Natal e arredores até 100 km entendo que uma semana está de bom tamanho.
Particularmente gosto de alugar um carro pois proporciona mais mobilidade e no final das contas quando você soma os taxis e os pacotes de passeios verá que não há muita diferença, com a vantagem de que com o carro alugado você faz o seu horário, porque convenhamos acordar as 6:30 para tomar café correndo e sair para um passeio as 8:00 da manhã e ficar no local do passeio com tempo contado, ou ficar esperando os atrasados é um porre.
Então verifique as possibilidades de alugar um carro, hoje em dia as companhias aéreas oferecem pacotes combinados de passagem aérea mais carro e se quiser até hotel junto.
Detalhe no aluguel de carros, prefira as locadoras que já tenham algum nome a zelar no mercado, são as mais confiáveis, pode sair um pouco mais caro que as outras porém o serviço é garantido, a não ser que tenha alguma referencia de locadoras locais.
Imagine você  numa estrada a uma da manhã, voltando para o hotel fura um pneu e a roda do carro está solidificada e não solta, não serão todas as locadoras que te atenderão para fazer esse salvamento.
Conosco ocorreu exatamente como descrevi acima e foi em Ushuaia na Argentina, ao ligarmos para a locadora mandaram um táxi nos buscar, deixamos o carro no local e no dia seguinte substituíram o carro.

HOSPEDAGEM EM NATAL

Esta questão para mim é crucial, viajar e não ficar bem hospedado é como ir a um bom restaurante e não experimentar um prato apetitoso porque você acha que é muito caro.
Hoje em dia é possível pesquisar e encontrar bons hotéis a preços convidativos, a questão está só em se organizar previamente para pesquisar onde encontrar estes hotéis.
Não há nada mais gostoso do que chegar no hotel ao final de um dia de passeios e poder tomar um bom banho, dar uma esticadinha na cama para poder recompor as energias e a noite sair para um bom jantar.
Em Natal há hotéis para todos os gostos, desde os resorts que ficam na orla marítima até pequenas pousadas, algumas até aconchegantes.

Na primeira vez que fomos nos hospedamos numa pousada de charme, Manary Praia, fica na praia  de Ponta Negra. Esta praia é onde se concentram muitos hotéis e pousadas. 
É um hotel mais caro que a maioria porém por ser um hotel voltado para casais eu e minha esposa gostamos muito, ele fica na praia e você pode sair do hotel e ir à praia à poucos metros, as acomodações são excelentes, o atendimento é qualificado, tem estacionamento para guardar seu carro, além de ter um restaurante com bons pratos e onde você pode fazer um jantar romântico à beira da piscina.

Na segunda vez que fomos ficamos num hotel também na praia de Ponta Negra, o Quality Suites Natal , este hotel é daqueles hotéis de rede com um movimento grande, naturalmente, pois tem 131 quartos.
Hotel fica à dois quarteirões da praia, ou seja, dava para aproveitar a praia ao final do dia quando voltávamos dos passeios.
Hotel bom, com preços honestos e um bom café da manhã, o que dava para segurar bem a fome até o almoço.
A minha esposa até conseguiu negociar uma tarifa reduzida para o último dia pois nosso vôo para São Paulo partia as 20 h e ficamos no hotel até as 18h.

PASSEIOS EM NATAL

A cidade de Natal em si não tem muitos atrativos, destaco  a Fortaleza dos Reis Magos que fica próximo a ponte Newton Navarro.
Este é um passeio de três a quatro horas no máximo.
Se quiser poderá contratar guias no local que lhe farão uma explanação completa e detalhada de todos os cantos do forte, ou senão poderá explora-lo sem os guias, mesmo porque várias salas contém cartazes com textos explicativos.
A visão do alto da fortaleza é muito bonita.
Leve alguma coisa para se proteger do sol, boné, chapéu e passe um bronzeador, pois de onde você deixa o seu carro, taxi ou onibus até chegar no forte é uma boa caminhada, talvez uns 800 metros embaixo de um bom e quente sol.
Na volta pare numa das barraquinhas e tome uma agua de coco geladinha para se refrescar e ficar observando o movimento dos turistas.

Outro passeio, se é que podemos chama-lo assim, é a visita aos centros de artesanatos, nós fomos em dois, o Shopping do Artesanato Potiguar e na Vilart Ponta Negra, ambos com muitas lojas e com tudo que você pode encontrar de comida, bebida, roupas e artesanatos locais. Vale o passeio, e olhe que os preços são bons, de uma paradinha nas lojas que vendem castanhas de cajú, vale a pena. Os dois ficam na mesma avenida por isso dá para fazer esse passeio numa tarde e emendar com o jantar.

RESTAURANTES EM NATAL

Quando você pega o guia para escolher um restaurante até dá pra se perder nas opções, então vou sugerir alguns que fomos, até porque não dá para conhecer todos, né..rs..rs..
Um detalhe importante, na maioria dos restaurantes os pratos servem duas pessoas com tranquilidade, não tenha receio de perguntar aos garçons, mesmo porque nos cardápios eles são apresentados como pratos individuais, mas todos são muito bem servidos.

Restaurante Mazzano fica em Ponta Negra, um bom restaurante, com uma mesa de frios, por quilo, que pode servir de entrada e no cardápio bons e variados pratos, para todos os gostos, massas, carnes, frutos do mar, enfim, sempre haverá um opção que atenda as opções gastronômicas. O atendimento é bom e ainda por cima você poderá escolher uma mesa no salão interno com ar condicionado ou se preferir uma mesa no terraço com janelões que proporcionam uma ventilação natural. Um detalhe legal deste restaurante é que nas segundas feiras à noite eles servem um rodizio de pizzas e massas. Quem é um bom garfo vai gostar, além do que o valor por pessoa é abaixo dos R$ 30,00, o que convenhamos ajuda muito no orçamento.

Na mesma avenida é possível encontrar o concorrido Restaurante Camarões, cuja especialidade é?.......camarões ...rs..rs...
Camarões de topos os tipos e com os mais variados acompanhamentos.
Restaurante sempre cheio e com espera, ou você liga pra marcar um horário o que convenhamos estando à passeio fica mais difícil ou senão vá nele nos horários alternativos e durante a semana, nós chegamos para almoçar as 15 horas de uma sexta feira e a espera foi de menos de cinco minutos.
Vale a pena conhece-lo se você gosta de apreciar um bom prato com camarões.

O Restaurante Mangai é local para se fartar de comer, como está escrito no guia quatro rodas.
Apesar de ser um restaurante por quilo, o que chama a atenção é a variedade de opções que há para experimentar.
A qualidade é inegável e o acompanhamento dos sucos de frutas da região servidos em jarras dão um toque especial para este restaurante, e a decoração é bem original.
É um restaurante agradável em todos os aspectos.

Deixei por último o Restaurante Âncora Caipira pois para minha esposa e para mim este foi o melhor da cidade de Natal.
Um prato e um acompanhamento deu para quatro pessoas e se você gosta de carne de sol com  macaxeira então vai gostar mais ainda.
Como disse, pratos muito bem servidos, garçons muito atenciosos, possibilidade de escolher uma mesa dentro do restaurante ou no jardim, e o melhor de tudo uma comida excelente, de qualidade, feita com muito esmero e que proporciona a possibilidade de conhecer a típica cozinha sertaneja.
Este valeu a pena.
Se for ficar poucos dias em Natal, eu indicaria este restaurante como tiro certeiro.

PRAIAS DA CIDADE DE NATAL

As praias que ficam na cidade não são bonitas, infelizmente, talvez a praia de Ponta Negra seja uma das poucas aproveitáveis e mesmo assim achei muito cheia para se passar um dia na praia, como gostamos de fazer.
Mas se estiver de carro aí sim poderá conhecer belas praias.
As praias do litoral sul são belas e com infra estrutura para turistas, a Praia do Cotovelo que fica próximo a Barreira do Inferno (local de lançamento de foguetes) tem uma boa faixa de areia e com um mar bom para pegar umas ondas, pra quem gosta.
Na ponta da praia tem alguns restaurantes caso a fome seja irresistível e se quiser poderá pagar pelos guarda sóis e utiliza-los, porem por ser uma praia longa você encontrará sombra de coqueiros ao longo da praia.


Aquelas dunas ao fundo já fazem parte do terreno onde está a Barreira do Inferno, inclusive é possível fazer visitas com horário marcado. As visitas acontecem somente às terças feiras, das 14 as 16 horas.

Outra praia com belezas naturais é a de Tabatinga, nela há possibilidades de avistar golfinhos, por ser praias de tombo, ou seja, com alguns passos dentro do mar já não dá pé, e por ser uma baia, os golfinhos aparecem por alí.
Acima paramos num local onde você poderá avistar os golfinhos, se tiver um pouco de sorte.

Um pouco mais ao sul encontrará a praia de Camurupim, nela você poderá escolher em ficar local mais isolado ou se preferir nos quiosques com suporte de restaurantes.
É uma praia boa para nadar e mergulhar pois as barreiras de recifes ao longo da costa deixam o mar sem ondas próprio para mergulho com snorkel.

Seguindo mais ao sul você já começa encontrar praias bem mais desertas, esse destino irá leva-lo(a) para a famosa praia da Pipa, porém antes de chegar na Pipa é bom dar umas dicas.

A estrada de asfalto termina num determinado momento, aí você verá que alguns jovens ficam à beira da estrada oferecendo ajuda para os motoristas que querem seguir pela praia para chegar até a balsa que levará o carro até Tibau do Sul Vilarejo que antecede a praia da Pipa.
Você terá duas alternativas, aceitar a ajuda destes rapazes que fazem com que seu carro não atole nas areias fofas da praia ou retornar uns 50 km para fazer o trajeto pelo asfalto.
Se você tiver alugado um bugue pra fazer este passeio, provavelmente eles nem parem para te oferecer ajuda, pois estes carrinhos dificilmente vão atolar na praia, mas se você estiver com um carro de passeio, normal, é bom aceitar a ajuda deles. O preço varia de acordo com a cara do freguês, conforme nos confidenciou o rapaz que nos ajudou depois de eu ter der dispensado sua ajuda e logo em seguida o meu carro ter atolado na areia.
Para estes motoristas que se acham bons, eles acabam cobrando mais, como foi o meu caso...rs..rs.... de R$ 35,00 no inicio antes de entrar na praia subiu para R$ 45,00 depois que me vi atolado.
O grande segredo também vou contar pra vocês, quer dizer, segredo para mim pois para muitos não é, se você murchar um pouco os pneus do carro ele passa ter mais aderência e com isso a possibilidade de atolar diminui muito, mas enfim faz parte do passeio.
Tanto que na volta retornamos pelo asfalto.
Bom, tendo ultrapassado a praia chegamos até a pequena balsa que transporta de 5 a oito carros por vez num trajeto que não dura mais do que 10 minutos. como vemos na foto o outro lado é "logo ali".
Passado este braço de mar não esqueça de encher novamente os pneus do carro, e siga para Pipa.

Em Pipa fiquei um pouco desiludido, a tão famosa praia está muito cheia, praticamente virou uma cidade, muitas lojas, muitos turistas, muitos restaurantes e a praia em si não me agradou.
É bela sim, mas por conta dos recifes fica muito difícil entrar no mar.
Ficamos nela pouco mais de uma hora e fomos para a praia seguinte, a Praia do Amor.
Esta sim uma praia boa, bonita e apesar do difícil acesso, você tem que descer umas escadas naturais, pois ela é cercada por falésias, vale a pena passar uma tarde inteira.
Se optar por usar os guarda sóis de aluguel, consuma alguma coisa das barracas e o aluguel não será cobrado.

Praia do Amor a tardinha quando estávamos de saída.

Ainda na rota do sul poderá fazer um passeio interessante, visitar o maior cajueiro do MUNDO.
Fica em Pirangi, meia hora de carro saindo de Natal, quase 30 km. Muito bem sinalizado não tem como não encontra-lo.
Esse cajueiro é diferente de todas as arvores que possamos imaginar, só vendo pra acreditar, e olhe que é uma atração turística muito bem cuidada, paga-se R$ 3,00  para entrar no recinto do cajueiro mas vale a pena.
E tem mais, dá caju ainda.

Ir a Natal e não fazer o famoso passeio de bugue nas dunas de Genipabu é como ir à cidade de São Paulo e não conhecer a Av Paulista...rs..rs...
Não tem nada de mais, mas você não pode perder esta oportunidade.

Se estiver com carro alugado é só pegar a via costeira em direção a Fortaleza dos Reis Magos, cuidar para pegar a ponte nova e atravessar para o outro lado.
Irá chegar a uma rotatória, pegue a sua esquerda e nesta avenida você será guiado pelas placas.
Uns 20 minutos de estrada e encontrará as sinalizações.
Cuide-se pois será assediado por vários bugueiros ao longo dessa estrada, todos por ali são filiados ao sindicato dos bugueiros, então não há problemas se decidir por algum deles.
Porém se preferir poderá ir até a Praia de Genipabú, para isso siga as placas para Extremóz.
Chegando a esta praia encontrará algumas dezenas de bugueiros, escolha aquele que for mais simpático para o seu gosto pois afinal ele será o condutor e guia pelos próximos 60 minutos.
Um detalhe importante, verifique antes como será forma de pagamento, alguns aceitam cartão de débito ou crédito, outros somente dinheiro.

Faça o passeio completo escolhendo as dunas moveis e as fixas assim poderá aproveitar para ver toda a beleza da região.
Se tiver espírito aventureiro poderá escolher o passeio de bugue com emoção, muita emoção ou mesmo pouco emoção para aqueles que gostariam somente de ter o registro do passeio de bugue.
De qualquer maneira você gostará a beleza do lugar é singular.
Leve sua máquina fotográfica e tire muitas fotos, o condutores fazem várias paradas, numa delas encontrará dromedários e uma mini duna onde poderá se divertir descendo numa prancha de madeira. (R$ 5,00 por pessoa e por descida)

Se quiser poderá combinar outros passeios de bugue a partir desta praia rumo ao litoral norte.
Alguns vão te levar pela praia até Maracajaú e de lá poderá pegar um barco para fazer mergulho em aguas límpidas.
Normalmente são passeios de um dia, sai pela manhã e retorna ao final da tarde.
Nós não conseguimos faze-los pois depende muito da maré, nos dias próximos a mudança de lua os guias não aconselham a fazer o passeio pois as aguas acabam ficando agitadas e turvas para o mergulho.
O litoral norte de Natal ainda está nas nossas opções de passeios, vamos voltar lá para conhece-lo melhor..

Amigos, este é a minha primeira tentativa de compartilhar nossos passeios e sei que não irá atender a todos os interesses, porém espero que com o tempo o conteúdo melhore e mais dicas possam ser compartilhadas.
Na medida que vamos relembrando da viajem novas informações serão agregadas.
Conto com todos para que possamos adicionar mais informações assim, quem estiver indo pela primeira vez poderá ter os benefícios das informações de quem já foi e gostou...ou não né...rs...rs...

Abraços a todos e aguardo comentários e dicas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário